5 lugares para visitar em uma visita à cidade de Tiradentes

Um passeio histórico e rico de cultura na cidade de Tiradentes. Uma charmosa visita na época do Brasil Real.

 

A mais charmosa das cidades históricas mineira tem sete mil habitantes, várias igrejas e centenas de casarões coloniais. Ladeada por seus pontos turísticos, passeios e lugares históricos, conheça 5 lugares para visitar na cidade de Tiradentes.

Fundando em 1702, durante o Ciclo do Ouro em Minas Gerais, o primeiro nome do povoado, claro, não foi esse: se chamava Santo Antônio do Rio das Mortes. O passar dos anos trouxe o passar dos nomes, que foram vários – Arraial Velho e São José foram os outros dois, que duraram até o século 19.

Tiradentes faz parte do circuito da Estrada Real. Foi um dos vilarejos mais prósperos durante o ciclo do ouro, no século XVIII – palco de importantes lutas no período da Inconfidência Mineira, liderada por Joaquim José da Silva Xavier – o Tiradentes, que mais tarde, veio dar o nome á cidade.

Abaixo, conheça os 5 lugares que não pode deixar de conhecer durante sua estadia em Tiradentes, Minas Gerais:

 

O que fazer em Tiradentes: o centro histórico

Tudo começa no Largo das Forras, a praça principal da cidade e que atualmente conta com paisagismo de Roberto Burle Marx.

Repleta de pousadas e restaurantes, que ocupam os antigos casarões coloniais, por ali você também encontrará algumas igrejas, como a Capela Bom Jesus da Pobreza.

Foi erguida no final do século 18. É um templo pequeno, no estilo Barroco-Rococó e construído para pagar uma promessa.

 

  1. Trilha do Bosque Mãe d’Água

Ao lado do Chafariz fica a entrada para a Trilha do Bosque Mãe d’Água, onde está a nascente que abastece o tanque. A caminhada é feita ao lado do aqueduto de pedra que foi construído por escravos.

 

  1. Passeio de Maria Fumaça

Vá de Maria Fumaça até São João del Rei. Não que eu ache que seja um passeio obrigatório, mas curioso talvez. Vai interessar mais às crianças e a quem nunca fez nenhum outro passeio de trem na vida.

 

  1. Museu da Liturgia

A trilha é curta, tem pouco mais de um quilômetro. Ao final do passeio, dê meia-volta e retorne para o centro histórico. Antes você pode passar no Museu da Liturgia, que guarda quase 500 peças sacras do período colonial.

 

  1. Matriz de Santo Antônio

Não perca a apresentação de som e luz na Matriz de Santo Antônio. A igreja, ricamente adornada e com trabalhos atribuídos a Aleijadinho, promove uma espécie de roteiro narrado.

 

  1. Distrito de Bichinho

Conheça o distrito de Bichinho, a oito quilômetros de Tiradentes. É a antecâmara do céu para quem gosta de artesanato de primeira linha. Já os preços… há controvérsias.

 

A melhor época para visitar Tiradentes

A cidade de Tiradentes fica lotada e os preços das hospedagens sobem nos feriados e eventos. Como na Mostra de Cinema (janeiro), no Bikefest (junho) e no Festival de Cultura e Gastronomia (agosto). No verão, entre os meses de outubro e março, as chuvas são mais intensas.

 

Sabor para provar

Com flores perfumadas, espinhos nos ramos e sabor suave, a ora-pro-nóbis é uma hortaliça muito difundida na culinária mineira (o frango com ora-pro-nóbis é um clássico local). Adaptado do latim, o nome da planta, da família das cactáceas, significa “rogai por nós”.

 

Casa-Museu Padre Toledo

Seguindo com o que fazer em Tiradentes, não deixe de visitar a Casa-Museu do Padre Toledo. A casa abriga o porão onde na calada da noite, ocorriam as reuniões dos inconfidentes mineiros. As pinturas do teto são maravilhosas e o interior foi reformado recentemente.

 

Tradicionais docinhos do Seu Chico

Para finalizar o que fazer em Tiradentes, não esqueça de guardar um tempinho do seu dia, para degustar os tradicionais docinhos do Seu Chico. Seu Chico, com mais de 80 anos de idade, produz a melhor doçura da cidade de Tiradentes, desde 1965.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *